close

Quero saber mais sobre os produtos e serviços da 3778.

Apenas E-mails corporativos
Apenas E-mails corporativos
Check
Obrigado! Recebemos sua mensagem com sucesso.
Oops! Algo deu errado. Por favor, tente novamente.

Ao preencher o formulário, concordo* em receber comunicações de acordo com meus interesses.

Nota técnica 3778 sobre a Febre Maculosa

Febre maculosa é doença infecciosa febril grave, causada por bactéria Rickettsia, transmitida por carrapatos.
Nota técnica 3778 sobre a Febre Maculosa
  • Carregando índice...

O que é a Febre Maculosa? É grave?

É uma doença infecciosa, relativamente rara, transmitida por carrapatos Amblyommas infectado pelas bactérias do gênero Rickettsia. É um tipo de Rickettsiose como o Tifo. É de gravidade moderada porque, além de não ter uma vacina, é uma doença que tem alta letalidade para sintomas iniciais comuns, podendo levar ao óbito cerca de um terço dos casos. Entretanto, tem tratamento seguro e cura se bem manejada.

Está havendo uma epidemia?

Não, ela é uma doença endêmica (comum) na região sudeste, mas podendo ocorrer em outras regiões do Brasil e das Américas. Quando há uma concentração de casos em uma local determinado, diz-se tratar de um surto, como o que ocorreu em São Paulo, mas isso não significa epidemia. Esta ocorre quando o número de casos está bem acima do esperado. Na atual situação, o número de casos é considerado o usual e não há razão para pânico. Mas nem por isso devemos deixar de nos informar e ter cuidados.

Quais os sintomas e o que fazer se estiver com algum deles?

Os sintomas iniciais da doença são pouco específicos (são comuns a outras doenças): febre alta e rápida, náusea e vômitos, dor de cabeça que costuma ser severa, mialgia (dores musculares), fraqueza e falta de apetite.

Os sintomas específicos podem demorar a surgir, cerca de uma semana depois da febre e são os exantemsa petequiais (manchas avermelhadas mais comuns nas mãos, antebraços, pés e tornozelos, podendo ocorrer em todo o corpo). A tríade de sintomas Febre alta, exantema e história de picada de carrapato é altamente sugestivo de Febre Maculosa. Entretanto, a febre inicial já é um indicativo de doença passível de atenção e é o sintoma a ser considerado para busca de serviço de saúde. 

Quais animais transmitem a doença?

Apenas os carrapatos. A febre maculosa só é transmitida pela picada de um carrapato infectado por bactérias e não “pula” diretamente de uma animal para uma pessoa ou de pessoa doente para uma pessoa saudável. Os animais associados à doença como capivaras, mas também cavalos, vacas, roedores, cachorros ou mesmo os humanos são apenas hospedeiros de carrapatos e não são transmissores da doença. 

O que fazer se for picado por um carrapato?

Para a transmissão, é preciso uma combinação de fatores como frequentar uma região, geralmente rural, onde há animais hospedeiros, que esses animais estejam infestados de carrapatos e que esses últimos estejam parasitados pelas bactérias Rickettsia. Sendo assim, nem toda picada de carrapato vai transmitir a doença.  É importante remover o carrapato o quanto antes, de preferência com uma pinça. Higienizar e limpar o local com álcool. Evitar esmagá-lo para não espalhar seu conteúdo. Verificar todo o corpo em busca de mais carrapatos e nas demais pessoas que frequentam o local. Quanto mais cedo retirar o carrapato, menos risco. Inicialmente, pode-se apenas acompanhar, mas buscar o serviço de saúde aos primeiros sintomas, principalmente febre. A febre maculosa pode ser desagradável, mas se tratada a tempo com antibióticos, a recuperação será rápida e completa.

Quais cuidados preciso ter para me proteger?

Conferir se há carrapatos em animais domésticos. Procurar saber quais regiões são endêmicas antes de visitá-las e identificar se há infestação de carrapatos no local. Evitar contato com animais com carrapatos. Usar roupas que cubram todo o corpo (calças e blusas de mangas compridas e botas) e ficar atento às notícias e mudanças no cenário sobre a doença, uma vez que as orientações podem ser atualizadas.

Gostou? Compartilhe!

Artigos relacionados

5 coisas que você está fazendo errado na saúde corporativa

5 coisas que você está fazendo errado na saúde corporativa

Empresas estão deixando de pensar na saúde de forma isolada, mas como um papel estratégico no desempenho e desenvolvimento dos colaboradores

Gestão de Saúde
8
 minutos de leitura
Como reduzir custos com Gestão da Saúde Corporativa?

Como reduzir custos com Gestão da Saúde Corporativa?

Estratégias são imprescindíveis para reduzir os custos com gestão da saúde, inclusive a diminuição do Absenteísmo e da Sinistralidade.

Gestão de Saúde
16
 minutos de leitura
Março Lilás: câncer de colo de útero e os direitos da mulher

Março Lilás: câncer de colo de útero e os direitos da mulher

Além do Dia Internacional da Mulher, este mês também conta com a iniciativa Março Lilás de prevenção e combate ao câncer de colo uterino

Gestão de Saúde
9
 minutos de leitura

Assine nossa Newsletter!

Receba informações valiosas sobre a saúde corporativa da sua empresa e dê as boas-vindas à nova era do cuidado

Apenas E-mails corporativos
Verifique o campo de e-mail. Somente serão aceitos e-mails corporativos.
Agradecemos o seu interesse!
A nossa newsletter é publicada semanalmente e enviada para o seu e-mail.
Ops! Algo deu errado ao enviar o formulário.
3778 Tecnologia, 2022
InstagramLinkedinYoutube
37.78 Tecnologia Ltda
R.Turim 99, 3º andar
Belo Horizonte, MG
CNPJ 30.418.496/0001-89
close
Espero que goste desse artigo. A 3778 pode ajudar a transformar a Saúde da sua empresa. Faça um orçamento para Saúde Ocupacional, Gestão Ambulatorial ou Terceirização em Saúde.